Popularização da Ciência: FURG lança revista sobre Diversidade e Educação

O Grupo de Pesquisa Sexualidade e Escola (Gese) da Universidade Federal do Rio Grande (FURG) marca a comemoração do Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, com o lançamento da Revista Diversidade e Educação.  A revista, de periodicidade semestral, é voltada à popularização da Ciência nas temáticas de corpos, gêneros, sexualidades e relações étnico-raciais nos espaços educativos. O lançamento será na segunda-feira, 9 de março, às 17h, na Sala de Videoconferência do Centro de Educação Ambiental, Ciências e Matemática (Ceamecim), no Campus Carreiros. A revista pode ser acessada em http://revistadiversidadeeducacao.furg.br.
Conforme a coordenadora do Gese, Paula Ribeiro, a proposta da revista é articular os saberes acadêmicos com a rede discursiva dos que lidam com a diversidade nos espaços educativos. Para isso, as seções da revista propõem um diálogo com o leitor sobre temas do cotidiano com relação aos corpos e às sexualidades.  “A rede discursiva da Ciência não circula nos espaços educativos, não compartilha de um mesmo significado”, avalia. Para tanto, os profissionais atuam nos espaços escolares e convivem diariamente com a diversidade são também convidados ao compartilhamento de suas experiências nas diversas seções da revista.

O número 5 da Diversidade e Educação, referente ao 1º semestre de 2015, recebe contribuições até 31 de maio de 2015. Para a edição do 2º semestre, artigos, resenhas, sinopses e relatos de experiências podem ser enviados até 31 de outubro de 2015. O periódico tem como público-alvo estudantes, professores, pesquisadores da área da educação e demais interessados na área.

As seções
A Revista Diversidade e Educação possui seis seções. A primeira, a Seção "Entrevista", traz um diálogo com pesquisadores da área. A edição de número 5, referente ao primeiro semestre de 2015, contará com a participação da professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Silvana Goellner, sobre o corpo e suas correlações com gênero e sexualidade. Inspirada nas experiências compartilhadas por professores durante os cursos de formação ministrados pelo Gese, a Seção “Histórias de Maria” descreve a diversidade sobre o olhar de uma menina em diferentes espaços educativos.  “O objetivo é refletir sobre os marcadores identitários, descontruindo esses modelos, rompendo com essas visões”, explica a editora da revista, Joanalira Magalhães.

O periódico oferece também duas seções voltadas à reflexão sobre as produções culturais, suas representações sociais e potencialidades pedagógicas: “Artefatos Culturais”, seção voltada à publicação de resenhas de filmes e livros sobre corpo, gênero e sexualidade; e “Espaços Educativos”, dedicada à discussão sobre o potencial pedagógico da utilização de artefatos culturais em sala de aula. Já “Diversidade em Debate” e “Cotidiano da Escola” refletem sobre as temáticas da Revista nos espaços educativos sobre perspectivas, respectivamente, teóricas e práticas. A primeira é dedicada à problematizações no campo acadêmico, enquanto que a segunda busca divulgar experiências de profissionais da educação em sala de aula.    

Seminário Integrador e II Mostra Cultural

 

No dia 27 de Novembro de 2014 ocorreu o Seminário Integrador: tecendo saberes para a promoção da Educação para a sexualidade no Centro Integrado de Desenvolvimento do Ecossistema Costeiro e Oceânico do Extremo Sul (Cidec - SUL) da Universidade Federal do Rio Grande - FURG. O Seminário que possibilitou discussões e debates sobre a equidade de gênero e diversidade sexual teve como encerramento a premiação dos alunos e alunas que participaram da II Mostra Cultural sobre Diversidade Sexual e de Gênero. Estaremos disponibilizando mais fotos do evento na página da Mostra Cultural no Facebook.

foto luma



II Mostra Cultural sobre Diversidade

Sexual e de Gênero

  • Combate à violência contra mulheres e homens.
  • Enfrentamento à homofobia.
  • Promoção da equidade de gênero.
  • Promoção da cidadania LGBT.
  • Igualdade de direitos entre homens e mulheres.

PARTICIPANTES

Estudantes de instituições públicas do Rio Grande:

  • dos Anos Finais (6o ao 9o ano) do Ensino Fundamental.
  • do Ensino Médio.
  • da FURG.

MODALIDADES

Os/as candidatos/as poderão escolher dentre 3 (quatro) modalidades diferentes:  slogan, desenho e poesia. Cada candidato/a poderá inscrever-se em até 2 (duas) modalidades.

1. Slogan

Nessa categoria, contemplaremos o gênero SLOGAN, construído com base nas temáticas propostas pela Mostra Cultural. O/A autor/a poderá participar com 1 (um) SLOGAN INÉDITO, em língua portuguesa. Um slogan é uma frase de efeito, curta e de fácil memorização. A avaliação levará em conta os seguintes critérios: criatividade, originalidade e pertinência com as temáticas da Mostra.

2. Desenho (cartoons, charges, histórias em quadrinhos, ilustração, mangá)

Nessa categoria, contemplaremos o gênero DESENHO, produzido a partir das temáticas propostas pela Mostra Cultural. O/A autor/a poderá participar com 1 (um) DESENHO INÉDITO e PRODUZIDO À MÃO LIVRE. Tal desenho poderá ser PRODUZIDO em qualquer técnica (giz de cera, hidrocor, lápis de cor, guache...). A avaliação levará em conta os seguintes critérios: criatividade, originalidade, comunicação e pertinência com as temáticas da Mostra.

3. Poesia

Nessa categoria, contemplaremos o gênero POESIA, a partir das temáticas propostas pela Mostra Cultural.O/A autor/a poderá participar com 1 (uma)POESIA INÉDITA,em língua portuguesa, contendo obrigatoriamente um título. O texto deverá ter, no mínimo, duas estrofes e não poderá ultrapassar uma página. A poesia poderá ser escrita à mão ou digitada em arquivo .doc (Times New Roman, 12, espaço 1,5). A avaliação terá como critérios: originalidade, correção gramatical, tipologia textual, comunicação e pertinência com as temáticas da Mostra.

 

INSCRIÇÕES

  • De 6 a 24 de outubro de 2013 - 8h30min às 11h30min e das 14h às 17h.
  • São gratuitas.
escolher dentre 4 (quatro)
  • Faça aqui o download da Ficha de inscrição
  • A produção do/a participante - desenho, poesia e/ou slogan – deverá ser anexada à ficha de inscrição e entregue no CEAMECIM.

    Faça aqui o download do Regulamento
  • Faça aqui o download da Autorização

PREMIAÇÃO (por categoria e modalidade)

  • 1º lugar: 1 tablet de 7” e troféu
  • 2º lugar: 1 pen drive e medalha
  • Escolas: As escolas que alunos/as forem premiados em 1º lugar ganharão um1kit pedagógico.
  • A premiação será no dia 27 de novembro de 2014, no CIDEC-SUL – Campus Carreiros da FURG.
  • Todos/as os/as participantes terão suas produções expostas, neste dia, no CIDEC-SUL.

INFORMAÇÕES

Grupo de Pesquisa Sexualidade e Escola CEAMECIM – FURG
Av. Itália, km 8, Campus Carreiros
Fone: 3233-6709/3233-6674

O QUE SIGNIFICA O DIA 8 DE MARÇO?

Atualmente, o dia 8 de março é comemorado com flores, jantares, bombons, frases, poemas que enaltecem a figura da mulher. Mas, será que sabemos o que significa essa data?

Em 8 de março de 1857, aproximadamente 130 operárias de um fábrica de tecidos reivindicavam melhores condições de trabalho, fazendo uma grande greve. Essa manifestação foi reprimida com violência e essas operárias foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Esta tragédia foi um marco na história e, em 1975, a Organização Mundial das Nações Unidas – ONU – institui a data como o “Dia Internacional da Mulher”, em homenagem e reconhecimento ao movimento de mulheres que morreram lutando por seus direitos.

Desde então muitas batalhas vêm sendo travadas, resultando em algumas conquistas: o direito a participação nos cenários politico; educacional e cultural; liberação sexual com advento da pílula anticoncepcional; algumas conquistas no mercado de trabalho; participação em cargos políticos, a implementação de legislação e politicas públicas, tais como: a Lei Maria da Penha, Lei Joanna Maranhão, entre outras. Tais conquistas devem ser lembradas e comemoradas nesta data e que sirvam de incentivo para que outros movimentos se fortaleçam em busca de outros direitos que ainda se fazem necessários, visando a superação de toda forma de violência e opressão contra as mulheres.

Portanto, vamos distribuir flores e levantar bandeiras neste 8 de março!!!

Subcategorias

Select a news topic from the list below, then select a news article to read.